Materiais

Dicas sobre colocação e reforma de pisos de madeira

SIGA A ORDEM
Um dos itens finais da obra, a instalação de tacos e assoalhos deve ser feita somente depois de etapas como pintura, gesso, elétrica, esquadrias e móveis planejados, evitando causar manchas e riscos profundos – difíceis de tirar da madeira. Como o material se movimenta devido às variações atmosféricas, é melhor prever juntas de dilatação. Perto das paredes, onde fica o rodapé, essa fresta deve ser de 10 mm.

Com mais de 40 anos, este apartamento se transformou para ficar com o visual masculino e
sóbrio tão desejado pelo morador. Compondo um casamento perfeito com os tijolos aparentes brancos, o assoalho de cumaru de todo o loft
foi tingido de preto, aumentando a sensação de profundidade, e recebeu a proteção de Bona na versão semibrilho. Projeto de interiores da arquiteta Tania Eustaquio. (Rômulo Fialdini/Divulgação)

ESCURECIMENTO

Mais simples do que o clareamento, esse processo usa tingidores específicos feitos com pigmentos a base de água. Antes de escurecer o piso completamente, convém fazer testes numa pequena área para identificar o tom desejado, mais intenso ou claro. O serviço, que inclui raspagem e verniz, custa, em média, R$ 120 o m².

LIMPEZA

No dia a dia, todos os pisos de madeira pedem apenas o uso de aspirador e pano umedecido com algum produto à base de água – evite os abrasivos, caso de tiner, álcool e removedor. Para manter o material sempre lindo, outros cuidados são bem-vindos, como proteger os pés dos móveis. Cadeiras com rodízios costumam riscar.

Exit mobile version