Cuidados de instalação e manutenção de paredes de tijolo aparente

O aspecto natural faz desse material um hit. Conheça algumas dicas para garantir paredes com acabamento impecável

  Versatilidade à prova do tempo

Há vários jeitos de incluir o tijolo, em versão aparente, no projeto: descascar a parede, revesti-la ou construir pensando na marca inconfundível do material

Sinônimo de aconchego e solidez, esse elemento acompanha há séculos a história da arquitetura – no Brasil, está presente na alvenaria tradicional. Por isso, muita gente comemora quando encontra, sob o reboco ou outro revestimento, paredes com blocos maciços de barro. Existe ainda quem recorra a plaquetas que imitam o tijolo original ou a exemplares cortados ao meio para revestir superfícies internas e externas. “Esse tipo de material, próprio para acabamento, faz sucesso, pois vai bem dos ambientes clássicos aos modernos”, afirma a arquiteta Tania Eustaquio. Outro benefício vem da eficiência termoacústica e da infinidade de nuances e texturas. “Além dos modelos prontos e das diferentes formas de assentamento e rejuntamento, é possível pintá-los, deixando   aparência uniforme”, explica Adilson Boff, da Cia. das Telhas. Para um resultado primoroso, deve-se contar com uma mão de obra em sintonia com o produto, capaz de acertar no alinhamento das fiadas e na proteção e impermeabilização da superfície.

“Existem hoje inúmeros modelos no mercado, variando cores, texturas e formatos. Há ainda as opções sustentáveis, como as de demolição”
Ana Yoshida, arquiteta

 

HISTÓRIA VALORIZADA: A fim de manter a autenticidade da construção de 1948, a arquiteta Tania Eustaquio retirou com cuidado o reboco antigo, já esfarelando, para deixar à mostra os tijolos da área social. “A rusticidade do material, aqui com função estrutural, é o contraponto perfeito ao mobiliário moderno de linhas retas”, diz a profissional sobre a alvenaria que agora remete a uma escavação antiga. Como proteção para a superfície, ela recorreu a uma camada de hidrofugante, película capaz de barrar umidade e gordura sem impedir que as peças respirem.

HISTÓRIA VALORIZADA:</strong (Rômulo Fialdini/Divulgação)

Paredes em construção
Embora sejam especialmente resistentes e duráveis, os tijolos que permanecerão expostos pedem atenção no manuseio para que nenhum cantinho se quebre. Acertar no nível e no alinhamento das peças na parede é outro cuidado para um excelente resultado. A argamassa utilizada nesse tipo de obra consiste, em geral, de uma mistura de cimento, areia e água feita na obra ou de produtos industrializados prontos, do tipo cimento-cola. Aditivos plastificantes de várias marcas – como Vedacit, Sika e Weber – melhoram o manuseio e otimizam o trabalho.

Rejunte e acabamento
Enquanto a alvenaria sobe, convém limpar os tijolos com um pincel de cerdas de náilon e água limpa para que o cimento não respingue e manche a superfície. Se a ideia for descascar paredes prontas, é preciso remover o reboco cuidando para que as ferramentas não machuquem demais as peças, que ficarão aparentes

Plaquetas e tijolos para revestir

Antes de assentar esses materiais, é preciso conferir o prumo da parede (para que depois os tijolinhos fiquem alinhados) e verificar se a superfície está
limpa, seca e com pequenas ranhuras, que irão aumentar a aderência da argamassa. Verifique se as juntas verticais e horizontais (geralmente de 1 cm) exibem medidas semelhantes, garantia de um visual harmônico.

ATMOSFERA RÚSTICA: O aspecto imperfeito típico dos tijolos agrada aos donos deste apartamento, o que levou a arquiteta Ana Yoshida a forrar a parede com exemplares repletos de irregularidades. “Usamos peças de demolição cortadas ao meio.” Após o assentamento desencontrado (amarrado), as peças foram finalizadas com juntas cheias (argamassa nivelada com os tijolos).

ATMOSFERA RÚSTICA:</strong (Evelyn Müller/Divulgação)

Escolha seu tipo

As diversas opções de tijolo, assim como a variação de juntas e paginação, estimulam a criatividade nos projetos. Confira abaixo os padrões mais comuns

Tamanhos
A maioria dos tijolos aparentes atuais mede, em geral, 5 x 10 x 22 cm, e rende o dobro quando as peças são divididas ao meio (2,5 cm de espessura) para revestir a parede. Alguns fabricantes oferecem as peças com pré-corte. “Prontas para assentar, as plaquetas de barro costumam apresentar 1,5 cm de espessura”, fala Adilson Boffi.

Juntas
Na opção cheia, a argamassa fica alinhada com os tijolos, deixando a superfície uniforme. Já na junta seca, a argamassa é aplicada na parte de trás das peças para uni-las, deixando o rejunte invisível. Vale lembrar, ainda, da versão frisada, em que a argamassa não preenche completamente o espaço entre as unidades, por isso o tijolo aparece à frente do rejunte.

Paginações
“A mais comum e preferida dos arquitetos é a de amarração, em que as juntas entre uma fileira e a outra ficam desencontradas”, fala Pedro Koga, da Padroeira Cerâmica. Junta prumo é um sistema de execução com as peças lado a lado, de modo que as juntas verticais de fiadas consecutivas sejam dispostas de uma maneira coincidente e contínua.

“Os tijolos assentados com junta seca, sem argamassa aparente, conferem visual mais contemporâneo”
Carina Korman, arquiteta

MISTURA DE ELEMENTOS: Com mais de 25 anos de idade, o apartamento ganhou cores e texturas nas mãos de Carina, Ieda e Silvio Korman, do Korman Arquitetos. Eles elegeram um revestimento cerâmico (Tijolo Provence Avignon, 1 x 6,7 x 21,5 cm, da Palimanan) para contrastar com o vermelho da porta e o minimalismo dos móveis. “Optamos pela junta seca, sem rejunte à vista, para conseguir uma aparência mais atual”, explica Carina Korman. No piso, o assoalho de cumaru de demolição (Indusparquet) realça o tom esmaecido dos tijolos.

MISTURA DE ELEMENTOS:</strong (Gui Morelli/Divulgação)

 

Pintura
Se a ideia é colorir os tijolos de branco, recomenda-se usar a tinta acrílica, mais fácil de limpar do que a látex. A cobertura pode ser aplicada com rolo,
deixando a superfície uniforme. “Esse recurso também ajuda a esconder as imperfeições das paredes brutas descascadas”, explica Tania Eustaquio.

Nada de pó
Há um truque para evitar que o tijolo solte pó após a instalação. “Basta esfregar a parede com uma bucha macia e remover a areia sobre as peças”, ensina Pedro Koga. Depois, limpe o local com um pano umedecido e, por fim, impermeabilize.

Proteção garantida
Diversos produtos ajudam a manter o visual dos tijolos sempre bonito, livre de sujeira e umidade. Mas cada um tem efeitos diferentes sobre a superfície porosa e natural do material. “O selador, aplicado com pincel ou rolo de lã sobre a superfície limpa e seca, altera a aparência do tijolo pois forma um filme, mas evita que ele solte pó”, orienta Bruno Pacheco, da Vedacit. Nessa linha há também os vernizes e resinas acrílicas – com cobertura impermeável que escurece as peças e é durável, em opção acetinada, brilhante ou de pouco brilho – e o silicone líquido, que penetra na cerâmica e não forma película nem altera o aspecto final.

“Nem sempre os tijolinhos imprimem um ar rústico ao ambiente. Isso varia Conforme o acabamento”
Carina Korman, arquiteta

 

SUPERFÍCIE NEUTRO: Fãs do tijolo pintado de branco, as arquitetas Fabiana Silveira e Patricia de Palma, sócias do SP Estudio, adotaram um acabamento com esse aspecto para este living. “Apesar da textura que aquece, ele ainda é um elemento neutro”, pondera Patricia. A parede recebeu plaquetas (1,5 x 6 x 21 cm, modelo Lunar, da Pedra Paulista), fornecidas em versão clarinha.

SUPERFÍCIE NEUTRO:</strong (Rafael Renzo/Divulgação)

 

LEMBRA PÁTINA: Em busca de um visual despojado e leve para o quarto deste apartamento, o arquiteto Maicon Antoniolli não só descascou a parede atrás da cama como pintou os tijolos existentes com uma nata de acrílico fosco (Coral). “Se eles ficassem na cor natural, a textura do material competiria com a madeira”, explica o profissional sobre a solução encontrada: depois de diluída em água, a tinta foi aplicada com rolo. Com isso, a cabeceira de pau-ferro ficou em evidência e o visual se equilibrou entre o rústico e o moderno.

LEMBRA PÁTINA:</strong (Marco Antonio/Divulgação)

 

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

  1. Adorei seu post,super bacana! Parabéns.
    Passe no meu blog para dar uma olhadinha acredito que você também irá gostar.Te espero lá!🌸🌺🌼🌻🍀
    criandoumavidasemfrescura.com