Projeto premiado é sustentável e preserva patrimônio

A proposta era aproveitar a condição original da casa com intervenções delicadas, tecnologias sem exageros e a geração mínima de resíduos

O cuidado com os detalhes rendeu às arquitetas Gabriela Lotufo e Larissa Oliveira, de São Paulo, o prêmio no Desafio Casa Sustentável CASACOR, concluído no fim de fevereiro. O concurso, realizado pelas empresas parceiras Inovatech Engenharia e CASACOR, convidou profissionais de todo o país a pensar um projeto para a casa de 75 m² que é parte do patrimônio histórico tombado do Jockey Club de São Paulo e que abrigará o espaço ecológico na mostra de 2018. “Dos 70 inscritos, este foi o mais equilibrado”, diz o arquiteto da CASACOR Darlan Firmato, membro do júri. Peças pré-fabricadas de painel laminado colado (CLT) de pínus certificado (Crosslam) compõem três grandes núcleos internos integrados, favorecendo a ventilação natural e o conforto termoacústico. “É importante mostrar que é possível reformar e requalificar um imóvel com foco em sustentabilidade”, comemora Luiz Henrique Ferreira, diretor da Inovatech Engenharia.

Veja também
Placas de CLT ergueram o núcleo da cozinha, cujos revestimentos são pastilhas de PET (Rivesti) na parede e réguas vinílicas 100% recicláveis no chão.

Placas de CLT ergueram o núcleo da cozinha, cujos revestimentos são pastilhas de PET (Rivesti) na parede e réguas vinílicas 100% recicláveis no chão. (Divulgação/Divulgação)

 

Na sala, o piso de madeira se mantém. A ocupação do espaço é flexível, com sofás modulares. Um segundo núcleo de CLT abriga a TV na frente e, atrás, os armários do quarto. Spots de led.

Na sala, o piso de madeira se mantém. A ocupação do espaço é flexível, com sofás modulares. Um segundo núcleo de CLT abriga a TV na frente e, atrás, os armários do quarto. Spots de led. (Divulgação/Divulgação)

 

Com saída para o jardim, a oficina fica na antiga área da cozinha. A ideia é incentivar hobbies como marcenaria e jardinagem. Folhas laminadas de bambu recobrem o forro de gesso.

Com saída para o jardim, a oficina fica na antiga área da cozinha. A ideia é incentivar hobbies como marcenaria e jardinagem. Folhas laminadas de bambu recobrem o forro de gesso. (Divulgação/Divulgação)

 

O banheiro conta com metais economizadores, descarga sanitária de duplo fluxo, chuveiro com restritor de vazão e timer. Na área de banho, pastilhas de PET e deck de madeira plástica.

O banheiro conta com metais economizadores, descarga sanitária de duplo fluxo, chuveiro com restritor de vazão e timer. Na área de banho, pastilhas de PET e deck de madeira plástica. (Divulgação/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s