Acervo, Cidade

Serpentine Pavillion 2018 será assinado por Frida Escobedo

Desde o ano 2000, a Serpentine Gallerie, uma famosa galeria de arte contemporânea, em Londres, escolhe um arquiteto para desenhar o pavilhão temporário, que funciona durante o verão. A construção deve ser planejada dentro de um orçamento limitado e é erguida no coração dos jardins de Kensington. A proposta é criar um espaço social com múltiplos usos, onde as pessoas possam se reunir e interagir com arte contemporânea, musica, dança e eventos audiovisuais. Em 2017, o arquiteto burquinês Francis Kéré foi o escolhido pela comissão da galeria.

(Divulgação/Divulgação)

Frida Escobedo, arquiteta (Divulgação/Divulgação)

A proposta deste ano, apresentada por Frida Escobedo, é de um pátio cercado por paredes escuras feitas com telhas de cimento. Este elemento típico da arquitetura mexicana facilita a circulação de ar. “Meu design para o Serpentine Pavillion 2018 é um encontro de inspirações históricas e materiais inseparáveis ​​da própria cidade de Londres. Uma ideia que tem sido fundamental para a nossa prática desde o início: a expressão do tempo na arquitetura através do uso inventivo de materiais diários e formas simples”, disse Frida Escobedo ao Dezeen.

Leia também: Harvard oferece curso online gratuito de arquitetura

Exit mobile version