10 plantas para cobrir o pergolado

Confira uma seleção de trepadeiras que vão deixar seu pergolado bonito, perfumado e bem coberto o ano inteiro

Para o alto e avante – o lema de super-herói parece também servir perfeitamente para a rotina das trepadeiras. Nesta seleção, as dez espécies combinam beleza e perfume, atrativos que fazem delas espécies particularmente interessantes para cobrir estruturas como pergolados e gazebos.

 

Versáteis, elas também sobem em paredes e criam delicados jardins verticais, como no que aparece na foto. Aqui, o suporte da Linha Trama, feito de madeira e aço inox é criação do designer Alex Wiechmann, novidade prestes a ser lançada nacionalmente.

 

Confira, a seguir, as principais características de cada uma das espécies.

 

1. As flores azuladas da tumbérgia surgem o ano todo, principalmente na temporada de calor. Ela gosta de meia-sombra e sol pleno.

2. A folhagem do maracujá cresce vigorosa, porém os frutos vêm apenas se houver outro pé nos arredores, para que ocorra a polinização. Borboletas adoram a espécie.

3. Por causa dos ramos pesados, melhor conduzir a alamanda em estruturas robustas. Os botões amarelos aparecem várias vezes ao longo do ano, ainda mais em locais quentes.

4. Originário da África, o jasmim-dos-açores exala um perfume mais forte que o das espécies americanas. Aprecia sol pleno ou meia-sombra e vai bem no litoral.

5. Sensível a lugares frios, a lágrima-de-cristo demora um pouco a crescer, mas o ritmo acelera sob sol pleno. Atrai as raras abelhas mamangavas.

6. A dipladênia (ou mandevila, como também é conhecida) prefere clima quente e floresce rapidamente. Ótima para o litoral, tem ramos leves.

7. Brasil afora, a primavera também responde por buganvília. Dá cachos que vão do branco ao vermelho vivo, em versões simples ou dobradas. Gosta de sol e tolera invernos amenos.

8. O jasmim-de-madagascar adora claridade. No entanto, sofre se exposto diretamente ao sol. Desenvolve-se também em vaso, desde que bem drenado.

9. A folhagem do aspargo-pendente aguenta o frio e brota em locais de difícil acesso graças às raízes curtas. Cuidado com os espinhos – embora pequenos, são resistentes.

10. Delicada, a rosinha-trepadeira pede amarração para escalar estruturas, já que possui caules finos e flexíveis. Fica mais exuberante sob sol pleno.

 

 

Veja também: 5 pergolados em diferentes materiais para deixar a casa linda

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s