Escritório colaborativo exibe uso criativo de materiais

O espaço de coworking em São Paulo mistura tijolos aparentes e cimento queimado

Uma antiga residência paulistana, da década de 60, foi transformada em um contemporâneo e aconchegante escritório colaborativo, batizado de Osmose.

Para acomodar empreendedores e startups na área de 370 m², o escritório Casa 100 Arquitetura, responsável pela reforma, partiu de três premissas: realçar a estrutura original da casa, deixando os tijolos aparentes, recuperar o pátio interno e criar novas aberturas, favorecendo a circulação e a iluminação natural.

As instalações elétricas aparentes conferem uma estética industrial ao projeto. (Foto: Divulgação)

De fácil manutenção, o piso de cimento queimado reveste todo o escritório. Em contraponto ao chão cinza, os tijolinhos à vista na parede e o freijó usado na marcenaria tornam o espaço aconchegante para a rotina de trabalho.

Ao fundo, o antigo quarto ganhou a função de sala privativa para pequenas empresas. (Foto: Divulgação)

Eixo de circulação principal da imóvel, o corredor foi coberto com vidro, inundando o espaço de luz natural. (Foto: Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s