Varandas de estar são tendência!

Cada vez mais frequentes nos projetos de casa, elas transformam a área social e o lazer numa coisa só

Sempre de olho no rico e versátil universo da arquitetura, a redação de A&C identificou uma tendência nos projetos: a de integrar a área social ao jardim. É o que denominamos de varandas de estar. Na reportagem A um passo do paraíso, publicada na edição de dezembro, há três propostas que aliam a área doméstica ao lazer. Ficou curioso, né? Confira um tira-gosto do que são esses deliciosos espaços. 

De coração aberto

Uma varanda dentro de casa. Ou uma área social que mais parece um terraço voltado para o jardim com piscina e churrasqueira. Esse foi o ponto de partida da edificação contemporânea, obra do Sabugosa Arquitetura, no Rio de Janeiro. “O estar vazado é o coração da residência, o ponto onde moradores e arquitetura se encontram com a natureza ao redor”, define o arquiteto Gabriel Sabugosa. Integrado e sem delimitações, o espaço multiúso acomoda as refeições da família, a recepção de amigos e grandes festas. “A implantação foi baseada nas condições climáticas e na vegetação – a construção toda recebe o sol da manhã”, revela Gabriel.

Com estar, cozinha e jantar, este trecho aberto parece imerso no exterior, beneficiado pela ventilação cruzada e pela luz que vem das laterais. (Foto: MCA Estúdio)

A amplitude da estrutura se adequa a qualquer necessidade e ajuda a banhar de luz natural todos os cantos. (Foto: MCA Estúdio)

Peça-chave na transição entre interior e exterior, o pergolado é composto de vigas de aço (20 cm de altura e 5 cm de largura) pintadas de preto. as esquadrias metálicas adicionam modernidade ao conjunto. (Foto: MCA Estúdio)

A implantação do projeto em L preservou as duas mangueiras originais do lote – uma está na entrada e a outra aqui, vizinha à piscina. para não criar um telhado apenas para a churrasqueira de aço, o arquiteto instalou o equipamento na lateral da fachada, sob o volume em balanço do andar superior. (Foto: MCA Estúdio)

A proposta abusa dos materiais neutros, como o concreto e a pedra olho-de-sapo lapidada no formato ortogonal – esse material forma algumas das paredes estruturais. nesta área, a cobertura de vidro incolor laminado (10 mm) capta a luz que vem de fora. (Foto: MCA Estúdio) 

Uma cozinha no jardim

Casa principal e espaço gourmet, um ao alcance do outro e com a mesma linguagem arquitetônica. Construídos em um vasto terreno de 900 m², os dois blocos do projeto idealizado pela arquiteta Thaisa Camargo preservam ao máximo a generosa faixa verde e reservam lugar para uma pequena piscina. Os donos, um jovem casal de São Paulo, adoram receber os amigos em festivos almoços e jantares. Por isso, a cozinha prioriza acabamentos práticos e elegantes, como a pedra-caverna das paredes e os vidros que conectam interior e jardim. Sobre a laje da cobertura, uma horta fornece os temperinhos usados nas receitas.

A cobertura que protege o anexo de sol, chuva e vento é também uma horta de temperos, parte do projeto paisagístico que conjuga os volumes construídos. (Foto: Tuca Aguirre Oficina de Notícias/ Sidney Doll)

Note que a piscina (à esq., na foto) ocupa parte da lateral do terreno, articulando o bloco de lazer e a edificação principal. (Foto: Tuca Aguirre Oficina de Notícias/ Sidney Doll)

O canto gourmet é para os momentos de lazer, quando o proprietário cozinha para a família e os amigos. Os equipamentos são profissionais e a churrasqueira foi feita sob medida. (Foto: Tuca Aguirre Oficina de Notícias/ Sidney Doll)

Aqui é permitido brincar de escrever na parede, a exemplo da descrição do menu sobre a placa de mdf com laminado preto (formica), que aceita giz. A pedra-caverna é da Pedras Bellas Artes. (Foto: Tuca Aguirre Oficina de Notícias/ Sidney Doll)

A lareira na parede de madeira de demolição (Studio N Mobili) fica no estar da construção principal, e tem vista para o anexo, a dois passos de distância. Quando as portas de correr (J Mar Esquadrias de Alumínio) de ambos estão abertas, tudo parece uma coisa só. (Foto: Tuca Aguirre Oficina de Notícias/ Sidney Doll)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s