3 lavanderias que vão te surpreender

Dignas de serem vistas, elas assumem ora tons discretos, ora vibrantes. Confira as boas soluções de cada um dos projetos

Mesmo nas menores áreas, as lavanderias não precisam ser o patinho feio da casa. As propostas a seguir são prova disso! Inspire-se com elas.

1. Formato de corredor e circulação livre

Tons de azul alegram esta área de serviço de 7,15 metros quadrados, onde todas as funções se concentram em uma das laterais.

“Os pontos hidráulicos ficam embutidos em nichos escavados na parede”, comenta a arquiteta Juliana Pippi, autora do projeto.

O varal de varetas individuais se beneficia da ventilação da janela enquanto a parede oposta, livre, exibe um mix de azulejos estampados (Portobello). (Marco Antonio/Divulgação)

A solução permite que as lavadoras caibam sob a bancada de granito branco itaúnas escovado (Pedecril), com 65 centímetros de profundidade. A pedra arremata o gabinete suspenso (marcenaria da HZ Móveis), acabado com laminado azul (Formica, ref. Lápis Lazúli) e puxadores embutidos (Zen Design).

2. Setorizada na continuação da cozinha

Instalado no famoso Edifício Copan, em São Paulo, este apartamento de 137 metros quadrados reformado pelo SuperLimão Studio teve seus ambientes integrados para ganhar fluidez e ventilação cruzada, medida que favoreceu a lavanderia de 6 metros quadrados, localizada nos fundos da planta.

Isolada da cozinha pelo portão de chapa metálica perfurada cinza, ela ocupa o espaço deixado pelo antigo quartinho de serviço. (Maíra Acayaba/Divulgação)

A favor da uniformidade, o piso repete o granilite aplicado na sala, referência inspirada pelos corredores do prédio. O laminado verde anima os armários de MDF executados pela Marcenaria Távola Redonda. Na pequena bancada do tanque, o material é o granito preto são gabriel (Pedra de Esquina Mármores & Compostos).

3. Integração com soluções discretas

É preciso olhar com atenção para perceber que ao fundo da cozinha existe uma área de 5 metros quadrados dedicada à lavanderia neste projeto das arquitetas Patricia de Palma e Fabiana Silveira, do SP Estudio.

No final, o banco com baú deixa apreciar a vista enquanto guarda roupas. (Mariana Orsi/Divulgação)

“Decidimos unir visualmente os ambientes para conquistar uma área funcional maior”, explica Fabiana. A aposta resultou em uma longa bancada de granito cinza absoluto (Marmoraria Ambiente) que se estende até a máquina lava e seca, estrategicamente oculta por uma porta vazada.

Onde ficam os varais? Na lateral – modelos retráteis de 90 x 90 cm de MDF laminado (Berneck) feitos pela Marcenaria S.B. Castro. (Mariana Orsi/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s